Restrição de carboidratos pós-exercício não potencializa as respostas agudas associadas com a biogênese mitocondrial

Nos últimos anos, o conceito de “training-low” (redução dos estoques de glicogênio e posterior restrição da ingesta de carboidratos [CHO]), tem sido amplamente usado por atletas de modalidades de resistência para otimizar as adaptações ao treinamento.

Uma crítica a redução da disponibilidade de CHO Pré-exercício é o declínio do desempenho. A estratégia não seria ideal durante fases específicas da periodização, quando os atletas precisam realizar exercícios de alta intensidade, várias vezes na semana.

O trabalho observou se a restrição de CHO Pós-exercício poderia afetar a expressão gênica relacionada à biogênese mitocondrial e o metabolismo oxidativo no músculo esquelético.

Oito homens recreacionalmente ativos realizaram duas sessões de treinamento, separadas por 4 semanas. Cada sessão consistiu em 60 min contínuos a 60%VO2máx, seguidos de 6 sprints de 30 s “all-out” com 4 min de pausa. Posteriormente a sessão, foi administrada a ingesta de uma bebida com CHO (1.5 g/kg de massa corporal/hora), ou uma substância placebo.

A concentração de glicogênio muscular e os níveis de RNAm de vários genes relacionados à biogênese mitocondrial e ao metabolismo oxidativo, foram determinados Pré, imediatamente após e 3 h após o exercício.

Foi observada uma depleção severa de glicogênio muscular (> 90%) e um grande aumento nos níveis de RNAm de PGC1alfa e PDK4 (~20 e ~10 vezes, respectivamente) durante o período de recuperação para ambas as situações.

Quando comparada ao consumo abundante de CHO pós-exercício, a restrição de CHO prejudicou a ressíntese de glicogênio muscular, mas não aumentou os níveis de RNAm de genes associados às adaptações ao treinamento de resistência.

Os autores concluíram que a restrição da ingesta de CHO Pós sessão que induziu a depleção de glicogênio, não foi eficaz para aumentar os níveis agudos de RNAm de genes envolvidos na biogênese mitocondrial e no metabolismo oxidativo humano.

Para maiores detalhes do estudo, sugiro a leitura do artigo na íntegra. Segue a referência.

Ramos, Catarina, et al. "Carbohydrate restriction following strenuous glycogen-depleting exercise does not potentiate the acute molecular response associated with mitochondrial biogenesis in human skeletal muscle." European journal of applied physiology (2021): 1-14.

Abraços!