O que esperar do desempenho após uma partida de Rugby? Após quanto tempo ele se recupera?

da Silva, Bruno Victor Corrêa, et al. "Time Course of Recovery for Performance Attributes and Circulating Markers of Muscle Damage Following a Rugby Union Match in Amateur Athletes." Sports 8.5 (2020): 64.

 Uma única partida de Rugby causa muitos danos teciduais? Quedas na força e velocidade? Por quanto tempo esses parâmetros permanecem deteriorados? Seu comportamento temporal de recuperação é o mesmo?

O trabalho determinou o comportamento temporal do desempenho neuromuscular e do dano muscular após uma única partida de rugby. 14 jogadores nível amador tiveram sua atividade plasmática de CK, LDH monitoradas nos momentos Pré e 24 a 96 horas pós partida. Nos mesmos momentos, foi avaliado o desempenho nos testes L-run test (teste de mudança de direção) e velocidade de deslocamento no sprint de 30m, com análise na parcial dos 10m.


LDH e CK mostram-se elevadas imediatamente e 24 horas após a partida (Pós = +33.6% ± 13.6%; p < 0.001 e +64.1% ± 38.8%, p = 0.001; 24 h pós = +352% ± 317%; p = 0.024, respectivamente). Tempo para o L-run test aumentou 16.0 ± 8.7% em relação ao Pré em 24 h (p < 0.001) e permaneceu elevado até 96 pós (p < 0.05). O tempo no sprint de 30m e a parcial dos 10m aumentaram em relação ao pré no momento pós-partida (+12.0% ± 10.4%, p = 0.008; e +6.1% ± 4.9%; p = 0.006, respectivamente). Todavia, 48 após, a velocidade do 30m retornou aos valores basais, mas a parcial dos 10m manteve-se depreciada até 72 horas pós.

 

Os resultados mostraram que uma única partida de rugby induz alterações em marcadores de danos tecidual e desempenho com distintos comportamentos temporais de recuperação. A capacidade de mudanças rápidas de direção parece ser a mais afetada.

 

Link para o artigo completo: 

https://www.mdpi.com/2075-4663/8/5/64/pdf